Maresia-Mar

Este blog será parte de mim, o encontro de amigos e emoções. Serei eternamente criança, azul de alma e coração... O mar, o meu refúgio, o meu porto seguro!

quinta-feira, março 30

Mãe, Mulher!!

Era uma bela mulher.
No fulgor dos seus dezasseis anos, apaixonou-se loucamente. Mantinham o namoro secreto, eram outros tempos, os pais muito autoritários. Corriam todos os bailes da aldeia, nas eiras, ao som de harmónicas e canções populares, dançavam até não poderem mais.
Um dia um sonho acabou, o pai descobrira tudo e proibira o namoro.
Ela sofreu como nunca, deixou até de comer e jurou nunca mais amar ninguém.
A vida continuava, devagarinho, os seus dias sempre iguais.
Passaram anos, tinha agora 20, numa festa encontrou aquele que viria a ser o seu marido, o pai da sua filha.
A primeira paixão fora esquecida (ou ficara simplesmente adormecida), casou, teve uma filha a quem amou mais do que a si própria. Como era costureira, vestia-a como uma bonequinha, era a "sua menina".
A menina também cresceu e tornou-se uma mulher com uma personalidade muito forte. Quanto a isso, ela ficava sossegada, a filha iria construir a sua própria vida alicerçada em principios importantes, tinha conseguido transmitir-lhe isso e ela sentia-se feliz.
O dia do casamento da filha, naquela tarde de Setembro, foi um dos mais felizes para ela.
Em casa, as coisas começavam a piorar, os trinta anos do seu casamento começavam a tremer. Vieram as zangas, os momentos difíceis, a separação foi inevitável.
Ele refez a sua vida, ela preferiu ficar só. As coisas não correram bem para o ex marido, quis voltar para ela. Ela disse não.
Ele partiu não muito tempo depois, súbitamente. Ela ficou viúva.
Mas a vida iria preparar-lhe uma bela suprpresa.
Reencontrou o seu primeiro amor, ele também estava sózinho.
Reviveram a sua antiga paixão, namoraram em segredo, tinham medo da reacção dos filhos.
O amor venceu e foi mais forte que todos os receios. Decidiram unir as suas vidas, tantos anos depois, voltavam a ser felizes!
Já passaram 2 anos, desde esse dia, continuam mais apaixonados que nunca, vivem no seu cantinho e esperam viver assim até ao último dia das suas vidas!
==
Parabéns mãe por mais este aniversário, já sabes que te adoro:
Da tua filha,
Quina

40 Comentários:

Às 30 março, 2006 , Blogger Elise disse...

parabéns à tua mãe, que nunca deixou de lutar. admiro pessoas assim!

abraço forte às duas!

 
Às 30 março, 2006 , Blogger silencebox disse...

Querida maresia-mar,
Antes que tudo, dê os meus lindos parabéns à tua mãe. Fiquei muito comovida com este percurso amoroso... Nunca é tarde! O amor reaparece a qualquer momento, é inesperado e algo muito forte. A tua mãe vai ficar FELIZ com este texto pois, significa que ela é 100% apoiada e bastante compreendida por ti! És uma filha maravilhosa, de grande coração!!
Um abraço sorridente e bastante ternurento para ti, querida!

 
Às 30 março, 2006 , Anonymous Tina disse...

Olá linda,
até chorei com esta história, embora já a conhecesse, assim contada é diferente. Nunca é tarde para amar. Parabéns à mamã e à sua "bonequinha". Beijos

 
Às 30 março, 2006 , Blogger Micas disse...

Que história de amor tão bonita.
Desejo as maiores felicidades e claro, os meus Parabéns.
A ti, Quina, um beijinho especial pelas palavras que tens deixado lá em casa. Bem Hajas.

 
Às 30 março, 2006 , Anonymous Duarte disse...

Parabéns vó, estás uma cota mas ainda muito fresca. espero tenhas gostado do presente. Beijinhos

 
Às 30 março, 2006 , Blogger TMara disse...

minha crida, vim agradecer os teus parabéns e deixá-los a tua mãe e a ti, por ela. E fui surpreendida com esta bela história de vida. Emocionou-me. A tua mãe desejo longa vida com seu amado e smp enamorados. Bj grande para ti.

 
Às 30 março, 2006 , Anonymous isabel (Bi) disse...

estou emocionada por relembrares esta linda história de vida, que eu conheço tão bem. é como sempre diz, o paraíso e o inferno a gente vive aqui e em vida.. A tua mãe reencontrou o paraíso, e tu uma filha maravilhosa que ela merece. Bjhs e parabéns para a Miémia (o Du mata-me)

 
Às 31 março, 2006 , Blogger Zel disse...

Simplesmente lindo, a história, o fruto, e o encontro final......maravilhoso , para nascer uma menina tão prendada, só de uma GRANDE MÃE....


Beijinhos , para as duas

 
Às 31 março, 2006 , Anonymous Ofeliazinha disse...

Parabéns à mãe e um grande beijinho à filha. Bom fim de semana.

 
Às 31 março, 2006 , Anonymous dread disse...

Olá, tb?
bjs

 
Às 31 março, 2006 , Blogger Neith disse...

Uma história de vida profunda, intensa ,sensivel que nos toca bem fundo...embora já tarde, o que importa mesmo é intenção e ficam desde já os meus mais sinceros parabéns e um grande beijinho para tua mãe e para ti também :)

 
Às 31 março, 2006 , Anonymous Mily disse...

Com atraso de um dia, mas com uma emoção muito grande pela linda história de amor aqui contada, deixo para tua mamãe um abraço do tamanho do mundo e um beijo pequenino que nasceu agorinha mesmo entre as flores do cantinho mais lindo do meu coração... lá onde estão as pessoas queridas, assim como tu és para mim! Essas histórias de vida me comovem, meu anjo! Que Deus possa conceder a todos vocês longos e preciosos anos de vida, para que possam continuar a desfrutar dessa harmonia, dessa paz, respeito, ternura e muito amor que a gente sente que está a unir essa linda família. Para ti, meu anjo, um beijo especial por ser essa filha tão meiga e amorosa quanto tu és.

 
Às 31 março, 2006 , Blogger Cristina disse...

Quina,
Tal mãe, tal filha, ambas lutadoras :))). Parabéns a ela por ter tido a força durante tantos anos e pelo fim conseguir o que sempre sonhou, o amor da sua vida.
Espero que por muitos e muitos anos comemorem um aniversário destes, e que se permanecam sempre apaixonados e felizes.

Para ti kida, um óptimo fim de semana.
Beijinhuuuuuuuu

 
Às 31 março, 2006 , Blogger maresia_mar disse...

olá a todos
realmente todos vocês me comoveram com os vossos comemtários. Cada um de vocês tem um cantinho especial aqui no meu coração. A história da minha mãe é só a certeza que não há idade para amar, e na 3ª idade ainda é mais bonito. A vida dá muitas voltas, disso ninguém tenha dúvidas.
O tempo não está famoso mas eu vou aproveitar o fds para ir a Espanha, vamos à feira do marisco. Volto domingo, vou divertir-me concerteza. Vocês, não se esqueçam de serem felizes. Bjhs

 
Às 01 abril, 2006 , Anonymous fa disse...

Nunca é tarde para amar,parabéns á tua mãe e toda a felicidade do mundo,de certeza que é uma pessoa muito especial,tal mãe tal filha!Beijinhos cheiínhos de ternura para duas mulheres lindas que acreditam que o amor faz a vida mais bela.

 
Às 01 abril, 2006 , Blogger Cristina disse...

Olá Quina,
Deixei-te um desafio no meu cantinho :))))
Tem um lindo fim de semana
beijinhuuuuuuuu

 
Às 02 abril, 2006 , Blogger dreams disse...

linda história de amor...
só demonstra que os sonhos valem sempre a pena :)
parabéns à mãe pela força, coragem e amor
e à filha por sair à mãe :)

um beijo *
“·.¸Dreams¸.·”

 
Às 02 abril, 2006 , Blogger AS disse...

Ao ler este texto de imediato me ocorreram duas palavras: AMOR E TERNURA!...

Um abraço

 
Às 02 abril, 2006 , Blogger Adryka disse...

Minha querida, tu és feliz com a felicidade da tua mãe que bom, que vaidade eu sinto por ser tu amiga, és uma execelente pessoa, fico feliz pelas duas é tão bom saber que os nossos amigos são felizes. Tu mereces, parabens para ti e para atua mãe minha querida. Quando puderes passa pelo http://memoria de mulher.blogspot.com

 
Às 02 abril, 2006 , Blogger reflexoes depois disse...

Que história... que história... Beijos

 
Às 03 abril, 2006 , Anonymous letinha disse...

KERIDOS AMIGOS

...de novo Hotel
do qual não gosto nada...
mas
tem de ser.

reabri o meu blogue
e
terei de o fechar por mais uma semana.

amanhã o meu filhote André
irá ser operado
e
eu muito lampeirita
aproveitarei
...diz o senhor "dotor",
para fazer um tratamento músculo-esquelético...

está bem!
k remédio!
vamos lá!
não podemos fugir...pois não?

...parece k não!

keridos
boa semana para todos
e
jinhux da létinha.

 
Às 03 abril, 2006 , Anonymous batista filho disse...

Amiga, tive muita dificuldade de acessar a caixa de comentários... finalmente consegui!
Achei o texto de uma energia fantástica! Só energia boa, é claro! Deixou-me encantado.
Parabéns - às duas!

 
Às 03 abril, 2006 , Anonymous mar disse...

Possas rapariga que até me arrepiei a ler a história.....
Que a vida lhes continue a sorrir :)
beijosssss

 
Às 04 abril, 2006 , Anonymous Carlos disse...

Encontrar-te... foi bom!
Encontrar-te, foi como possuir
Todos os azuis.
Como se tivesse um mar e um céu
Dentro de mim.

Encontrar-te, foi como possuir
Todas as cores, todas as flores.
Todas as luzes.
Foi como se o vento e as velas
Trouxessem a calma, a paz,
Que tanto bem fizeram
A minha alma.

Encontrar-te ...
Sentir a tua pele.
Teus doces beijos.
Hum!!. Foi bom!
Só tu sabes escutar
O meu ser.

Agora sonho, vou ao amor...
E no amor, sonho...
Embalo-me em teus braços,
Nos primeiros raios
De uma nova manhã.

 
Às 04 abril, 2006 , Blogger Menina_marota disse...

Uma bela e comovente história, onde o Amor prevelece. Não conhecia os pormenores, apesar de a conhecer em parte...

Parabéns à Mãe e à Filha...

Beijocas e Feliz Dia... ;)

 
Às 05 abril, 2006 , Blogger Andreia Ramos disse...

parabens a tua mae tb por ter a filha que tem!beijinho!

 
Às 05 abril, 2006 , Anonymous gaivotadaria disse...

Essa sim é uma verdadeira historia de amor, parabens à mãe que tem uma filha a cheirar a maresia saudavel, parabéns por ter voltado a viver, isso é muito importante : correr atras da vida, não deixar escapar os bons momentos que estavam guardados, há quem acredite no destino, eu acho que é melhor acreditar no amor.beijinho grande

 
Às 07 abril, 2006 , Blogger Jorge Moreira disse...

A vida tem destas surpresas.
Quando menos se espera... o Amor aparece...
Beijinhos Amiga e obrigado por esta linda "história".

 
Às 07 abril, 2006 , Anonymous Mily disse...

E aí amiguinha? Preguiça de fazer postagem nova? Mas não tem importância, pois esse texto dedicado à sua mamãe pode (e deve) ser lido uma, duas, três, e quantas vezes mais se quiser mergulhar nesse mundo bonito de relacionamento filial. Foi o que fiz! Beijos carinhosos e um final de semana com risos, música, alegria e muita paz no coração. Até um próximo encontro, minha linda!

 
Às 07 abril, 2006 , Anonymous amigadasbeiras disse...

Parabéns á Mãe , aproveita bem a alegria de partilhar com ela este dia , hoje foi triste para mim era hoje tb o aniversário da minha, infelizmente so pude estar com ela em pensamento.
Para a tua mãe muitos parabéns também pela filha querida , que criou és uma pessoa maravilhosa , foi um previlégio trabalhar contigo e um prazer ter-te como amiga.

mil beijinhos

 
Às 08 abril, 2006 , Anonymous batista filho disse...

Mais duas beijocas: uma pra ti e outra para tua Mamãe.

 
Às 08 abril, 2006 , Anonymous ferrus disse...

sorrir
e copiar
esta lição
de vida.
sentir
o amar
de uma paixão
vivida.
e sorrir...

parabéns a quem lutou e pelo que conseguiu. parabéns à filha que herdou a enorme sensibilidade e carinho que de mostra tem neste artigo. beijos às duas

 
Às 09 abril, 2006 , Anonymous Dra. Daniela Mann disse...

Que bela história de amor! O que tem que ser acaba por vir parar à nossa mão!!!
Parabéns à sua mãe!
Beijinhos,
Daniela Mann

 
Às 10 abril, 2006 , Blogger reflexoes depois disse...

QUE LINDAS SÃO AS HISTÓRIAS DE AMOR... BEIJOS

 
Às 10 abril, 2006 , Anonymous batista filho disse...

O dia amanheceu nublado e uma garoa insistente nos lambe a face...

Bom dia, amiga!

 
Às 10 abril, 2006 , Blogger zezinhomota disse...

Deixaste aqui uma linda história verdadeira, emocionou-me porque simplesmente te referes à tua mãe, com esse carinho todo. Fizeste-o de uma maneira simples, adorei o que li, os meus parabéns e ao mesmo tempo os meus agradecimentos por me dares esta bela oportunidade de a ler.
Boa semana e uma Feliz Páscoa.
Fica bem
ZezinhoMota

 
Às 11 abril, 2006 , Blogger HatA/mãe disse...

Maresia-mar
A tua historia, comoveu-me muito, escusos são os motivos...um dia talvez, te conte.
Mas foi uma bela partilha e ao mesmo tempo uma grande homenagem.
A musica tambem me trouxe recordações imensas.
Por ultimo quero agradecer-te tudo, já me disseram que não se agradece, mas eu sou à antiga portuguesa.
Muito e muito obrigada pelas doces palavrinhas que lá tens ido pôr
Um beijo

 
Às 11 abril, 2006 , Blogger Poesia Portuguesa disse...

Passei para deixar um abraço carinhoso e boa semana de trabalho ;)

 
Às 12 abril, 2006 , Blogger Adryka disse...

Olá bom dia menina como estás. Então não sai post! o teu Porto ganhou e ficas nesta ai ;) toca a escrever:)
Beijinhos minha querida

 
Às 12 abril, 2006 , Blogger greentea disse...

tenho uma prima, agora na casa dos sessenta que há anos atrás ficou viuva. muita gente a acompanhou na altura do funeral e nos dias seguintes, com telefonemas, visitas... Entre essas pessoas, surgiu um antigo colega de liceu, que fora o seu primeiro namorado.
Ele tinha a mulher muito doente, em fase terminal. Ela, agora sozinha, apoiou-o, acompanhou-o naqueles momentos dificeis. E ele a ela.
A esposa dele veio a falecer, pouco depois.
Eles casaram, de novo, um com o outro. O rosto dela, antes definhado e deprimido, triste, expande alegria e bem estar, felicidade junto de um companheiro que a amima e apaparica...
Beijinhos.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial