Maresia-Mar

Este blog será parte de mim, o encontro de amigos e emoções. Serei eternamente criança, azul de alma e coração... O mar, o meu refúgio, o meu porto seguro!

terça-feira, maio 2

A descoberta do poeta







Um jovem poeta vivia só, fechado numa torre de marfim que tinha apenas uma janela e que permanecia sempre fechada. Vivia triste.Todos os dias fazia perguntas sem respostas acerca do mundo, da vida, do homem, da alma, de Deus... E acabava sempre por se refugiar no mundo irreal e maravilhoso da fantasia. Imaginava espectáculos extraordinários de beleza ou de crueldade, sonhava em coisas impossíveis de realizar. Mas também este mundo fantástico o aborrecia e cada vez se sentia mais triste.Uma tarde, estando a escrever umas linhas, notou sobre uma folha branca um ponto negro. Observou-o de perto e viu... que se movia.Seguiu-o até à margem da folha, tentou agarrá-lo mas ele escapou-se-lhe.O ponto subiu para a janela fechada. O poeta levado pela curiosidade, abriu a janela de par em par.O ponto saiu e continuou a sua marcha pelo céu azul. O poeta seguiu-o com o olhar, até que este se perdeu no infinito.A janela ficou aberta e o poeta sorriu.
===
Este conto pode servir de sensibilização para a necessidade que as pessoas têm de não se fecharem nos seus castelos e abrirem as janelas e as portas aos outros. Tenhamos a coragem de arriscar!!!!
===
Deixo-vos milhões de sorrisos...
===
PS: Domingo é o dia da Mãe, por isso deixo um beijo especial para todas as mulheres mães, eu graças a Deus ainda tenho a minha e também sou mãe, este é o meu papel principal..

21 Comentários:

Às 03 maio, 2006 , Blogger Andreia Ramos disse...

e as vezes temos essa janela fechada sem nos sequer aperceber!beijinho!

 
Às 03 maio, 2006 , Blogger Elise disse...

as minhas janelas só se abrem para quem merece a minha confiança. e eu confio em ti amiga. obrigada pela tua presença e pela tua amizade.

forte abraço!

 
Às 03 maio, 2006 , Anonymous fa disse...

tenhos as janelas sempre abertas,entra quem vier por bem,e de coração aberto,agradeço á vida por teres entrado e lá teres permanecido,bigada linda.
Bjinhos e sorrisos.

 
Às 04 maio, 2006 , Anonymous mar disse...

Deixo-te tb um sorriso e um beijo...... :))*****

 
Às 04 maio, 2006 , Blogger TMara disse...

e eu sorrio com o teu conto. Tão singelo e tão verdadeiro. Bjs e ; luz epaz em teu caminho

 
Às 04 maio, 2006 , Blogger Micas disse...

Aproveitar enquanto consigo cá entrar e comentar ;))) isto tem estado dificil!!
Um conto tão bonito e tão verdadeiro...
O sonho deve comandar a vida, sim, mas ao mesmo tempo deve servir para que as nossas janelas se abram de par em par...gostei imenso. A música, a música uma autentica delicia.
Beijinho

 
Às 04 maio, 2006 , Anonymous Ofeliazinha disse...

Já à algum tempo não passava por cá, vim desejar um belo resto de semana e bons preparativos para o fim de semana. Abraço.

 
Às 04 maio, 2006 , Blogger Isa&Luis disse...

olá, gostei do teu conto sensivel e profundo.

O ditado é velho

"Quem não arrisca não petisca"

Abrimos de par em par as nossas janelas para que o sol possa entrar.


jinhos fofos

Isa

 
Às 04 maio, 2006 , Blogger Hindy disse...

Muito bonito! :)

 
Às 04 maio, 2006 , Blogger Adryka disse...

Olá minha querida campiã;) eu nunca me fechei em castelos, nem alimento birras estou sempre na maior ás vezes é um olho a chorar mas o outro a rir. Beijokas minha amiga linda

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger dreams disse...

temos mesmo é que abrir as portas da nossa vida e do nosso coração...

um sorriso e um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger lazuli disse...

vou tentar, não de sair de castelos, mas dos casulos. Beijos!

 
Às 05 maio, 2006 , Anonymous ConchitaMC. disse...

Apreciei imenso seu espaço!
Deixo mil sorrisos.
- ConchitaMC.

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger Zel disse...

Quem anda com a moral em baixo, basta dar um mergulho aqui, na maresia...

Obrigado pelo apoio amigo, bolas que isto à esquerda é complicado

Bom fim-de-semana


jinhos

 
Às 05 maio, 2006 , Anonymous gaivotadaria disse...

É verdade, até aqui nos blogs nós abrimos as portas aos outros, quantas vezes abrimos a nossa alma...
Um beijinho desejando-te um bom fim de semana.

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger HatA/mãe disse...

Que lindo conto, amiga

Emocionei-me entendi a mensagem... mas no principio abri-me demais...
agora não estou fechada, digamos que estou recolhida...só quem está dentro do convento (neste caso, no castelo) é que sabe o que por lá passou.

Bom fim de semana, beijos

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger maresia_mar disse...

Alice, querida, eu sei que tens que te proteger, tudo é dificil demais, eu nem me passa pela cabeça sequer... envio-te toda a minha força positiva e acredito que o amanhã será um novo dia, abracinhos de esperança muito apertadinhos.
Para todos desejo um bom fim de semana.
Mulheres, feliz dia da mãe.

 
Às 05 maio, 2006 , Blogger Elise disse...

olá querida amiga, vim deixar muitos, muitos beijinhos! bom fds!

 
Às 06 maio, 2006 , Anonymous MoonLight disse...

Quantas janelas não fechamos só por termos medo de arriscar! O texto é espectacular! Bom fim de semana. Bom dia da Mãe (que são todos os dias!). Bjs de Luz

 
Às 07 maio, 2006 , Blogger Isa&Luis disse...

Porque será que temos tanto medo de arriscar a abertura aos outros, aos desconhecidos?
Talvez a resposta também esteja neles em parte...
Um beijo
Luis

 
Às 09 maio, 2006 , Anonymous batista filho disse...

Nada de redoma, hem?... senão, como sentir a beijoca da brisa numa manhã-criança?
E por falar em criança: dificilmente se aprende a andar sem alguns tombos... nem por isso desistimos, não é mesmo?

O texto?! Adorei, amiga!!!
Um abraço carinhoso.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial